Dodge dá indireta para Lula: Ficha Limpa valerá nas eleições


A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse hoje (1º) que o Ministério Público Eleitoral (MPE) vai atuar em 2018 para coibir a corrupção e garantir a aplicação da Lei da Ficha Limpa nas eleições deste ano. Sem citar nomes, a procuradora falou sobre o assunto na abertura dos trabalhos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que retornou nesta quinta-feira do recesso.

Mas um nome interessado no humor da procuradora é o do ex- presidente Lula, que foi condenado em segunda instância após julgamento do Tribunal Regional Federal, da Quarta Região.

Segundo Raquel Dodge, o MPE também continuará a fiscalizar o cumprimento à lei e à igualdade de condições entre todos os candidatos nas eleições de outubro.

“[O MP] estará pronto para coibir a corrupção e a fraude eleitoral, para que a Lei da Ficha Limpa prevaleça e para que os recursos públicos que compõem os diversos fundos eleitorais sejam corretamente aplicados”, afirmou a procuradora.

A sessão do TSE também foi marcada pelo fim do mandato do ministro Gilmar Mendes na presidência da Corte eleitoral, após dois anos no cargo. A partir do dia 6 de fevereiro, o tribunal será comandado pelo ministro do STF Luiz Fux.

Anterior IPTU do Puxadinho é derrubado por vereadores
Próxima Senador Wilder reúne multidão em Taquaral e anuncia R$ 3 milhões em obras

Sem Comentário

Deixe um recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *